Mesmo existe um prazo curto, é comum. No

 

Mesmo as pessoas que não possuem a escrita como ferramenta
principal de trabalho, uma hora ou outra, precisam recorrer a esse meio, não
importa a idade, seja para escrever uma carta, redação, resumo, e-mails,
documentos, relatórios, entre outras diversas possibilidades.

 

Alguns contam com dificuldades ou almejam melhorar essa
habilidade. Caso seja a sua situação, não se preocupe! Veja a seguir 10 dicas
para escrever melhor:

We Will Write a Custom Essay Specifically
For You For Only $13.90/page!


order now

 

Cultive o hábito de ler

 

A leitura é uma das principais recomendações ao se tratar de
escrever melhor, isso porque além de contribuir com a gramática e vocabulário,
a literatura amplia seu conhecimento. Os aspectos citados anteriormente
influenciam a escrita de forma realmente benéfica, especialmente por tornar
possível um repertório mais rico de informações, técnicas e aprimoramento
gramatical.

 

Evite redundâncias

 

Algumas vezes, a repetição é considerada aceitável em um
texto, porém, quando você explica a mesma ideia várias vezes, o texto torna-se
cansativo. Busque explicar o que deseja de forma clara e objetiva, aproveitando
dessa forma, para explorar outros pontos diferentes ao longo do texto.

 

Faça um brainstorming

 

O brainstorming é uma técnica muito utilizada, especialmente
por empresas em dinâmicas em grupo ou profissionais de marketing. No entanto, é
um método que também beneficia quem quer obter direcionamentos melhores no
texto, observando os caminhos a seguir. Uma forma de realizar o processo, é
colocar em um papel o tema e escrever as ideias que surgirem em mente.

 

Leia seu texto em voz alta

 

Ler o texto em voz alta ajuda a identificar melhor erros
comuns, como de coerência, ortográficos e até mesmo ideias que não foram bem
apresentadas ao longo do texto. Por isso, é indicado ler uma ou duas vezes pelo
menos.

 

Revise horas depois

 

Querer revisar logo após acabar, principalmente quando
existe um prazo curto, é comum. No entanto, ao revisar horas ou até mesmo um
dia depois, torna-se possível estar com um senso crítico um pouco mais apurado,
pois dessa forma, você enxerga melhor o panorama geral do texto e identifica
com mais facilidade possíveis alterações a serem feitas.

 

Não seja prolixo

 

Em um texto, a pessoa é prolixa no momento em que
“arrasta” o assunto, usando palavras demasiadamente para chegar ao
ponto principal. Isso torna o texto massante para o leitor e interfere em um
melhor desenvolvimento que o autor poderia ter.

 

Evite repetir palavras

 

Algumas vezes, é comum que as mesmas palavras apareçam
diversas vezes no texto, mas o ideal é recorrer aos sinônimos ou trocar a
sentença. Isso porque a repetição de palavras pode ser realmente incômoda e
comprometer  a qualidade do seu texto.

 

Pense no leitor

 

Qual é o público-alvo? Qual linguagem é a mais adequada?
Essas são apenas duas de diversas questões que precisam ser respondidas para
escrever melhor, pois quem geralmente reproduz um texto, o faz para alguém.
Então para que a mensagem seja transmitida corretamente e o receptor entenda, é
preciso pensar nele.

 

Estruture bem o seu texto

 

Introdução, desenvolvimento e conclusão. Essa é geralmente
uma estrutura recomendada para os textos, de qualquer forma, independentemente
do tamanho e todo o formato do texto, é fundamental que a estrutura seja fiel
ao gênero textual e esteja bem organizada para não confundir o leitor.

 

Use bem a pontuação

 

Trata-se de uma dica fundamental para uma boa leitura e
organização do seu texto, mas além de preocupar-se com a pontuação, é preciso
praticá-la, para aprimorar cada vez mais.